quarta-feira, 6 de julho de 2011

CASA OKUPA TIMOTHY LEARY



CAMPINAS:

Suja, cinzenta, sem graça...Protótipo rural de São Paulo. Suposto pólo estudantil. Só quem já arrancou os cabelos numa terça feira viu que esta não é uma cidade disposta...Exceto quando a disposição chama-se "DINHEIRO".

Surge uma nova (nova?) opção: Os Espaços Autônomos!!!

Do que se trata?

-Primeiramente recomenda-se familiarizar-se desde já com o conceito de autonomia: Não espere, faça. Insurja. Manifeste. Construa. Apoiem-se. Criatividade. Aprenda, use!

Zonas Autônomas Temporárias: Espaços fora do mapa, caminhos piratas, grupos de afinidades unidos pela rejeição ao sistema coercivo. Ânsia de liberdade; Qualquer lugar é uma zona autônoma. Sua casa, o chão embaixo dos seus pés, um picnic, uma festa rave. Serão sempre temporários, pois o motor da história sempre cairá sobre os espíritos livres. Inveja, convicção, não se sabe. Cada zona será uma experiência à parte.

Conceito aplicado aos centros Urbanos:
Casas okupadas. Devido especulação imobiliária, várias casas estão fora de uso nas metrópoles, algumas em boas condições esperando por um morador disposto a pagar, outras caem aos pedaços, que abandonadas, permanecem inertes em nome do direito à propriedade, enquanto centenas moram nas ruas ou em barracos mal acabados.

Casa Okupa "Timothy Leary", uma homenagem ao nosso papa psicodélico, reorganizador das religiões pessoais, êxtases internos, luz sem dogma.!


--------------------------​-------------------------
NOVA ZONA AUTÔNOMA EM CAMPINAS.
--------------------------​-------------------------



VENHA CONTRIBUIR! Uma casa de dois andares, abandonada a mais de um ano, entregue ao mofo e à sujeira.
Com boa vontade e trabalho conjunto, poderá vir a ter:

-Sala de estudos
-Sala de exibição de filmes (Na busca por um projetor)
-Espaço para festas
-Quarto para moradores temporários ou permanentes, praticando a hospitalidade aos viajantes de passo na cidade
-Atividades de Permacultura, construção de tecnologias renováveis (chuveiro solar, composteira, etc)
-Espaço para aulas, oficinas
-Estudio de música (Sim, é possível!)
-Biblioteca aberta e popular

E o melhor: Um espaço nosso, sem vigilante vir dizer que você não pode por o pé no banco. Espaço nosso, autônomo! Nossas regras, nosso estilo de vida, nossa vida. Não garantimos duração alguma, mas quando cai uma zona autônoma, ressurge uma em outro lugar.

DIVULGUE!

Um brinde aos piratas nômades contemporâneos!



Dia 9 de julho, reorganizemos o espaço, tragam boa vontade para conversar com vizinhos, móveis, quem puder, material de limpeza, cobertores, colchões, cadeiras, tinta, pincéis, faixas, placas de madeira...Esta é SUA casa, trate-a como tal. Criemos e reinventemos! Limpe, Pinte, modele, instale, por aí vai...





http://pt.wikipedia.org/wi​ki/Timothy_Leary
http://pt.wikipedia.org/wi​ki/Zona_Aut%C3%B4noma_Temp​or%C3%A1ria
http://pt.wikipedia.org/wi​ki/Okupa

6 comentários:

  1. ola a todos que fazem parte desta nova sobstancia!!!
    desde ja ficamos na espectativa que bons frutos possam ser colhidos nesta nova casa ocupada!!!
    força e resistencia sempre!!!
    squat korr-cell-chin@

    ResponderExcluir
  2. foi mau ai acabei esquesendo!!!
    Segue ai o endereço do blog que iniciamos. http://www.okupayresiste.blogspot.com/
    estaremos postando este material ai do blog de voçes para divulgação ok!
    deixenos sempre informados dentro do ossivel de como andas as coisas ai!!!
    abraços livres!!!
    squat korr-cell-chin@

    ResponderExcluir
  3. Valeu parceiro!!! Tinha ouvido falar desse squat lá no Boske de porto alegre!!! Infelizmente não rolou conhecer!!!! Tamo junto man!!! E toda a solidariedade pros caras da Torem que tao enfrentando as treta pra ficar de pé lá!!!
    Podem contar ein?!! O espaço é nosso!!! Topografia da realidade!!!!

    Abraços, Saúde e liberdade!!

    ResponderExcluir
  4. Viva a resistência da luta libertária!!! Essas iniciativas que envolvem Squat são uma resistência inclusive a forma “burocrática, pretensiosamente e politicamente superior e com status de social” de alguns grupos e corrente do anarquismo hoje. De qualquer forma viva a militância seja ela em que perspectiva for dialogo sempre e força para os camaradas em luta de todos os cantos.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. LUTA E RESISTÊNCIA SEMPRE, AUTO-GESTÃO,AÇÃO-DIRETA!ESTAMOS CRESCENDO CADA VEZ MAIS,ESTÃO APARECENDO PESSOAS DE TUDO QUALQUER CANTO!QUE CONTINUE ASSIM!

    ANARQUIA E SOLIDARIEDADE SEMPRE

    ResponderExcluir